• Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • RSS Classic

ABSTRACT SUBMISSION (EXTENDED DEADLINE)

From December 19th, 2018 to February 25th, 2019.

 

Letters of acceptance will be sent as late as March 8th, 2019.

Abstract submissions might be made before paying the registration fee. However, authors with approved abstracts must confirm their participation paying the fee up to March 22nd, 2019.

Submission guidelines

Authors that submit abstracts to tihs conference must be in agreement with the following terms:

a) Authors keep their work's copyrights, allowing the conference committee to publish the abstracts online, in a dedicated website for the conference and/or in the conference's book of abstracts;

 

b) Some authors might be selected by the scientific committee to send a full paper version of the abstract to the conference's book of proceedings.

 

Formatting

Submission files must be sent in both .DOC and .PDF (Portable Document Format) files to cipspoderesdosom@gmail.com. up to February 8th, 2019.

Proposals must present textual correction and adequate use of formal language. Please use the model provided on this link.

Abstracts must have:

 

- up to 300 words;

- 3 to 5 keywords;

- affiliation and dregree of the authors;

- suggestion of the stream it fits in (sse below);

- written in Portuguese, Spanish or English.

Presentations will be organized according to the following streams:

a) Sound media archaeology

b) Sound, affect and signification

c) Sound technologies and sociocultural practices

d) Sound and culture

e) Sound art

Streams descriptions:
 

Sound media archeology: This perspective takes a careful look at “sonic objects” and its materialities. It includes the study of sound devices in their machinic specificity and within the creation of a logic inherent in the context in which they are used, problematizing sociocultural approaches that tend to abstract or refuse aspects of the physicality of objects. This stream will accept proposals that deal with different technological configurations, different sound apparatuses and their particular existence in a given mediatic ecology.
Sound, affection, and significance: This stream concentrates researches that investigate the sounds both as text and force, aiming for possibilities of convergence between their somatic and cognitive dynamics. Thus, it intends to understand the interfaces between what a sound can do and what it can mean, with an emphasis on its aesthetic dimension. We accept papers that promote analyzes of musical and sound works, both from a hermeneutic perspective, and those that elicit the effects of sonic vibrations on the bodies of their producers and listeners.

Sound, affect, and meaning: This stream brings together research investigating sound as both text and force, searching for possibilities of convergence between their somatic and cognitive dynamics. Thus, it intends to understand the interfaces between what a sound can do and what it can mean, with an emphasis on its aesthetic dimension. We accept papers that promote analyses of musical and sound works, both from a hermeneutic perspective, and those that seek to understand the effects of sonic vibrations on the bodies of their producers and listeners.


Sound technologies and sociocultural practices: Technologies can be understood as a set of solutions developed and crystallized in different objects designed to perform certain tasks. This definition may be extended to incorporate the protocols and pragmatics cultivated in certain human activities that, although not depending on specific machines, propose an organization of actions and a certain logic internal to those processes. Technologies are not dissociated from sociocultural phenomena, but sometimes propose an autonomous and uncritical discourse about their own functioning. This stream intends to discuss different aspects of these relations.
 

Sound and culture: Sounds are mediators of social and cultural processes. This stream deals with sounds as processes and dynamics of circulation and symbolic consumption, as well as a means with which socialization, transformation, maintenance, cohesion and organization of social groups and their respective cultural paradigms takes place. It receives papers on sociocultural phenomena from a perspective that focuses on sonorities as a central tool for these practices.


Soundart: This stream is concentrated on the emerging field of sound art, be it in its aspects of production or experiencing of sonic pieces. It receives theoretical papers that critically analyze the tasks and experiences related to the making and auditioning of installations and sound performances, experimental pieces made from the use of sound recordings, radiart, electroacoustic music, as well as poetic works that focus the word as sonority, instead of its semantic aspects, etc.

 

Co-authorship

One single author might submit more than one abstract as long as at least one of the abstracts is with a second researcher os student in any of the streams. Presentation, however, must be performed solely  by the main author.

Evaluation

 

Submitted papers up to February 25th, 2019 will be evaluated by the scientific committee and ad hoc evaluators, invited by the committee as well.

Evaluation period goes from February 8th, to March 2nd, 2019.

Final publication of accepted abstracts is foreseen to March 22nd, 2019.

The scientifica committee must mandatorily judge abstract in blind-review mode regarding the authors and theirs institutions in a standardized form. They must apreeciate, above all, the scientific merit of the abstracts submited for the conference.

 

SUBMISSÃO DE RESUMO (PRORROGADO)

A submissão dos resumos pode ser realizada antes do pagamento da taxa de inscrição, ficando condicionada a efetivação do inscrito mediante a confirmação do pagamento após o aceite do trabalho pela comissão científica.

Prazo para submissão de trabalhos

 

De 19/12/2018 a 25/2/2019.

 

Divulgação dos trabalhos aprovados a partir de 8/3/2019.

 

Os autores com trabalhos aprovados deverão confirmar sua participação efetuando o pagamento da taxa até 22/3/2019, impreterivelmente.

Diretrizes para submissão de trabalhos

 

Os autores que submeterem trabalhos a esta conferência devem estar de acordo com os seguintes termos:

 

a) Os autores mantêm os direitos autorais sobre o trabalho, permitindo à conferência publicar os resumos online, em site dedicado, ou em caderno de resumos do evento;

 

b) Alguns trabalhos poderão ser selecionados pela comissão científica para sua publicação na íntegra em livro organizado pelos coordenadores da conferência, a ser submetido às editoras das universidades organizadoras.

 

Formatação dos trabalhos

 

O arquivo de submissão deve ser enviado nos formatos .DOC e em PDF (Portable Document Format) para cipspoderesdosom@gmail.com

As propostas devem apresentar correção textual e uso adequado da língua formal. Utilize o modelo de resumo fornecido neste link.

Os resumos devem ter até 300 palavras; de 3 a 5 palavras-chaves; nome, titulação e afiliação dos autores; indicação de eixo temático (ver abaixo). Os textos serão aceitos nos idiomas: Português, Espanhol e Inglês

 

As apresentações serão organizadas segundo os seguintes eixos temáticos:

a) Arqueologia das mídias sonoras

b) Som, afeto e significância

c) Tecnologias sonoras e práticas socioculturais

d) Som e cultura

e) Arte sonora

Descrição dos eixos:
 

Arqueologia das mídias sonoras: Perspectiva que tem um olhar mais cuidadoso em relação aos “objetos sonoros” e suas materialidades. Este eixo propõe o estudo dos dispositivos sonoros em sua especificidade maquínica e na criação de uma lógica inerente ao contexto em que são utilizados, problematizando abordagens socioculturais que tendem a abstrair ou recusar aspectos da fisicalidade dos objetos. Serão acolhidos trabalhos que tratem de diferentes configurações tecnológicas, diferentes aparatos sonoros e sua existência particular em uma dada ecologia midiática.
 

Som, afeto e significância: Concentra trabalhos que investigam os sons tanto como texto quanto como força, buscando possibilidades de convergência entre suas dinâmicas somáticas e cognitivas. Assim, interessa perceber as interfaces entre aquilo que um som pode fazer e aquilo que pode significar, com ênfase em sua dimensão estética. Aceita-se trabalhos que promovam análises de obras musicais e sonoras, tanto sob uma perspectiva hermenêutica, como aqueles que busquem compreender os efeitos das vibrações sônicas sobre os corpos de seus produtores e ouvintes.
Tecnologias sonoras e práticas socioculturais: Tecnologias podem ser entendidas como conjunto de soluções desenvolvidas e concretizadas em objetos para execução de determinadas tarefas. Essa definição pode ser ampliada para incorporar os protocolos e pragmáticas cultivados em determinadas atividades humanas que, mesmo não dependendo de máquinas específicas, propõem uma organização de ações e uma lógica interna àqueles processos. Tecnologias não se desvinculam de fenômenos socioculturais, mas propõem, por vezes, um discurso autônomo e acrítico sobre seu próprio funcionamento. Este eixo pretende discutir diferentes aspectos dessas relações.

 

Tecnologias sonoras e práticas socioculturais: Tecnologias podem ser entendidas como conjunto de soluções desenvolvidas e concretizadas em objetos para execução de determinadas tarefas. Essa definição pode ser ampliada para incorporar os protocolos e pragmáticas cultivados em determinadas atividades humanas que, mesmo não dependendo de máquinas específicas, propõem uma organização de ações e uma lógica interna àqueles processos. Tecnologias não se desvinculam de fenômenos socioculturais, mas propõem, por vezes, um discurso autônomo e acrítico sobre seu próprio funcionamento. Este eixo pretende discutir diferentes aspectos dessas relações.

Som e cultura: Investiga os sons como mediadores de processos sociais e culturais. Aborda os sons como processos e dinâmicas de circulação e consumo simbólico, bem como um meio a partir do qual se realiza a socialização, a transformação, a manutenção, a coesão e a organização de grupos sociais e seus respectivos paradigmas culturais. Abriga artigos sobre fenômenos socioculturais a partir de uma perspectiva que foque as sonoridades como uma ferramenta central para estas práticas. 
 

Arte sonora: Neste eixo se concentram trabalhos sobre o emergente campo da arte sonora, seja em seus aspectos de produção ou fruição de obras. Serão aceitos trabalhos teóricos ou que analisem criticamente os fazeres e experiências relacionados à confecção e audiência de instalações e performances sonoras, peças experimentais realizadas a partir do emprego de gravações de som, radioarte, música eletroacústica, bem como trabalhos poéticos que foquem a palavra como sonoridade, em privilégio a seus aspectos semânticos, etc. 

 

Trabalhos em coautoria

 

Um autor pode submeter mais de um trabalho, desde que em coautoria com outro pesquisador ou estudante em qualquer um dos eixos temáticos. A apresentação, contudo, deve ser realizada pelo autor principal.

 

Avaliação

 

Os trabalhos submetidos até 25/2/2019 serão avaliados pelo Comitê Científico e por avaliadores ad hoc, convidados pela organização.

 

O período da avaliação é de 8/2/2019 a 2/3/2019.

 

A publicação final dos trabalhos aceitos é prevista para o dia 8/3/2019.

O Comitê Científico deverá, obrigatoriamente, julgar os trabalhos de forma cega, quanto aos autores e suas instituições, em formulário padronizado para tal, valorizando, sobretudo o mérito científico dos trabalhos submetidos à conferência.

APOIO

Contact / Contato:

cipspoderesdosom@gmail.com